2º DOMINGO DE NOVEMBRO - DIA DO DIÁCONO BATISTA





MINISTÉRIO DIACONAL: UM CHAMADO PARA SERVIR
Atos 6.1-7



I – DEFINIÇÃO DE DIÁCONO

           Para que possamos compreender bem o ministério diaconal é necessário iniciarmos análise do mesmo a partir das expressões bíblicas que se referem aos diáconos. A palavra diakonos (grego) é geralmente traduzida como “servo”, mas algumas vezes como “ministros”, e algumas vezes simplesmente transliterada como “diácono”.

Ela pode se referir ao serviço em geral:
“porque ele era contado entre nós e teve parte neste (diakonías) ministério” (At 1.17).
“para preencher a vaga neste (diakonías) ministério e apostolado, do qual Judas se transviou, indo para o seu próprio lugar” (At 1.25).
“E também há diversidades nos (diakonion = de serviços) serviços, mas o Senhor é o mesmo” (1 Co 12.5).
“E agora, irmãos, eu vos peço o seguinte (sabeis que a casa de Estéfanas são as primícias da Acaia e que se consagraram ao (diakonian) serviço dos santos)” 1 Co 16.15.
Outros textos: At 19.22; Rm 12.7; Ef 4.12; Cl 4.17; 2 Tm 1.18; Fm 13; Hb 6.101 Pe 4.10-11; Ap 2.19. Todos esses textos têm a palavra “diakonias” ou suas variáveis.

Refere-se ao cuidado com as necessidades físicas:
“E lhes perguntarão: Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, forasteiro, nu, enfermo ou preso e não te (diekonêsamen = servimos) assistimos?” Mt 25.44.
“Os discípulos, cada um conforme as suas posses, resolveram enviar (diakonian = ajuda) socorro aos irmãos que moravam na Judéia” (At 11.29).
“...pedindo-nos, com muitos rogos, a graça de participarem da (diakonías = serviço) assistência aos santos” (2 Co 8.4).
(2 Co 8.19-20; 9.1, 12-13; 11.8).

Se refere também ao servir à mesa:
“Marta agitava-se de um lado para outro, ocupada com muitos (diakonian = serviço) serviços. Então, se aproximou de Jesus e disse: Senhor, não te importas de que minha irmã tenha deixado que eu fique a (diakonein = a servir) servir sozinha?” Lc 10.40.
“Então ela falou aos (diakonois = serventes) serventes: Fazei tudo o que ele vos disser” Jo 2.5.
“Deram-lhe, pois, ali, uma ceia; Marta (diakonei = servia) servia, sendo Lázaro um dos que estavam com ele à mesa” Jo 12.2.

           Há evidentemente outros exemplos de aplicação dessa expressão que estamos a analisar, para o nosso objetivo ficaremos apenas com os exemplos mencionados acima.

Jesus se refere a si mesmo como um tipo de diácono e ensina que a diaconia deve estar em nossos relacionamentos.

                    Então Jesus, chamando-os, disse: Sabeis que os governadores dos povos os dominam e que os maiorais exercem autoridade sobre eles. Não é assim entre vós; pelo contrário, quem quiser tornar-se grande entre vós, será esse o que vos (diákonos = servo) sirva; e quem quiser ser o primeiro entre vós será vosso servo; tal como o Filho do Homem, que não veio (diakonetênai = para ser servido) para ser servido, mas (diakonesai = para servir) para servir e dar a sua vida em resgate por muitos. (Mt 20.25-28).


II – EXIGÊNCIAS PARA ORDENAÇÃO AO MINISTÉRIO DIACONAL (1 Tm 3.8-13).

           Certamente os diáconos são muito observados pela igreja, nenhum erro de algum diácono passará despercebido pela mesma. Todos sempre estão atentos ao comportamento do corpo diaconal da igreja.  As exigências então para o exercício desse ofício são elevadas.

Em Atos 6

           A instituição do diaconato em Atos 6 visava resolver um problema imediato na igreja, não havia portanto tempo para que os apóstolos pensassem em uma intensa lista de requisitos para os futuros diáconos. O texto então apresenta apenas três exigências básicas.

a) Boa reputação, At 6.3
           Era necessário para a igreja primitiva que o diácono fosse alguém respeitado pelos irmãos assim como pela sociedade em geral devido ao seu comportamento exemplar. O apóstolo Paulo repete essa exigência em sua lista em 1 Tm 3.8. O diácono então deve ser alguém que tenha um testemunho cristão exemplar.

b) Ter vida espiritual sadia
           É dito que o diácono deve ser cheio de Espírito Santo. Para se compreender esta exigência é necessário compreender o que é ser cheio do Espírito Santo. As igrejas que confundem ser cheio do Espírito com o dom da glossolalia poderão se confundir aqui. Ser cheio de Espírito é ser cheio do amor de Deus (Gl 5), é ter o fruto de Espírito, ter comunhão com Deus, ter uma vida espiritual sadia.

c) Ter sabedoria
           Esta sabedoria aqui é aquela que o Senhor estar pronto a conceder aos seus filhos. Tiago afirma aquele que a deseja peça a Deus que Ele concede liberalmente, Tg 1.5. O diácono(a) necessita ser uma pessoa sábia.




Em 1 Tm 3.8-13

NO ÂMBITO DAS RELAÇÕES SOCIAIS

a) Respeitáveis
           O termo grego utilizado aqui é semnous, que tem o sentido de respeito, dignidade, seriedade. A ideia central é que o diácono deve ser uma pessoa cuja presença evoque respeito.

b) De uma só palavra
           O sentido aqui é que o diácono deve ser claro e objetivo com suas palavras. Não deve dizer uma coisa a uma pessoa e outra coisa a outra, devem ser justos e próprios em suas palavras.

c) Não inclinados à muito vinho
           Na cultura judaica da era cristã era muito comum o consumo do vinho. Porém, o apóstolo diz que o candidato ao diaconato deve ser alguém que mantenha uma vigilância constante, e isto independe de época e cultura.

d) Não cobiçosos
           A proibição aqui não é que diáconos não podem buscar adquirir uma melhor condição financeira, mas sim, da forma como às vezes é buscada esta condição financeira privilegiada. É uma proibição contra a ganância, do desejo desenfreado pelo o que é material.

NO ÂMBITO PESSOAL DA VIDA ESPIRITUAL

Guardando o mistério da fé numa consciência pura
           No Novo testamento o termo mistério é utilizado para algo que estava oculto e que agora é revelado. O mistério oculto desde a fundação do mundo foi revelado na pessoa de Jesus Cristo. Logo, o diácono deve conhecer bem as doutrinas da paixão, morte e ressurreição de Cristo.



QUANTO ÀS DIACONIZAS (v. 11)

a) Respeitáveis
           É o mesmo exigido para os homens aqui.

b) Não maldizentes
           A ideia aqui é que ela não pode ser acusadora, caluniadora.

c) Temperantes
           Traz a ideia de ajuizada, sóbria. Espera-se que as diaconisas sejam distintas, destacadas.

d) Fiéis em tudo
           Devem ser fiéis em todos os âmbitos da vida, familiar, social e no relacionamento com os irmãos.


CONCLUSÃO

           O trabalho diaconal é de elevada importância na igreja do Senhor. A igreja de Cristo em nossos dias necessita tanto de pessoas que entendam que como servos de Deus são diáconos uns dos outros como daqueles que são vocacionados para este serviço de modo especial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário