SERMÃO

20:16 Posted by PASTOR RIVALDO CONSTANTINO , , No comments

ESDRAS 7.10

INTRODUÇÃO: Esdras era sacerdote e escriba, homem temente a Deus, verdadeiramente preocupado com sua condição espiritual, assim como do seu povo. Escreveu este livro em um período de 30 anos, de 450 a 420 a.C. Foi ele também quem escreveu o livro de Neemias, I e II Crônicas. Escreveu o livro que leva o seu nome para demonstrar a providência e a fidelidade de Deus na restauração do remanescente judaico que voltou do exílio da Babilônia. No capítulo 7 ele narra acontecimentos do ano de 457 a.C., quando veio a segunda leva de expatriados judeus para sua terra. Deus estava realizando uma grande obra por meio de Esdras, para tal era necessário que ele estivesse tendo a compreensão do seu dever como servo de Deus e líder sacerdotal daquele povo.
           É necessário que como igreja do Senhor estejamos em nossas vidas colocando em prática o exemplo de Esdras.


Tema: TRÊS IMPERATIVOS URGENTES PARA RESTAURAÇÃO NA IGREJA DE CRISTO

I – BUSCAR A PALAVRA DE DEUS, V. 10.
           1. Sem esta busca ou retorno à Palavra não há restauração verdadeira, Ne 8.1-6, 8, 10, 18.
           Vemos no livro de Neemias como ocorreu um despertamento espiritual na vida dos judeus que retornaram do cativeiro babilônico. Há muito tempo que eles não tinham uma leitura solene da Lei, e agora neste momento crucial de restauração Esdras ler as Escrituras para que o povo pudesse tomar conhecimento do que o Senhor exigia deles. Sem um retorna á Palavra aquele povo jamais teria experienciado o avivamento que tomou conta de toda a nação judaica em Jerusalém naquela época.
           A igreja dos nossos dias precisa urgentemente voltar-se para a Palavra. Sua grande necessidade não é de ter uma mega estrutura para o louvor, não é de construir templos suntuosos, nem muito menos de crescer numericamente. Ela tornou-se deturpada porque se afastou da Palavra. Portanto, sua grande necessidade é voltar-se para a Palavra.
           Os crentes embora busquem mais do que tudo a vitória para seus problemas, a prosperidade material, e coisas semelhantes, estão invariavelmente se iludindo acerca de sua grande necessidade. Quantos não estão a fazer aquilo que foi denunciado pelo Senhor por meio de seu profeta Jeremias no cap. 2 v. 13: “Porque dois males cometeu o meu povo: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas, que não retém águas”. Quantos não estão a cavar cisternas rotas? Estas cisternas rotas podem ser prioridades em nossas vidas distorcidas que colocamos acima de Deus e de nosso relacionamento com Ele, pode ser o status, o dinheiro, o poder, e tantas outras coisas que não satisfazem a alma. É urgente que quem estiver agindo desse modo volte-se para a Palavra, que é onde encontramos aquele que é a fonte de águas vivas. Ninguém pode ser restaurado se não perceber o quanto se afastou da Palavra e desse modo retornar a ela.
          Nenhuma igreja poderá ser verdadeiramente restaurada se não retornar à Palavra, este é um imperativo urgente.

           2. É necessário, portanto, ter um firme propósito, v.10.
           Algumas traduções dizem que Esdras tinha disposto o coração, mas para os judeus o coração não era como é para nós sede dos sentimentos, eles consideravam que era a fonte da razão, assim sendo a Nova Versão Internacional traduz corretamente quando diz que: “Esdras tinha decidido estudar a Lei do Senhor, e a praticá-la e a ensinar...”.
           Semelhantemente devemos decidir ter este propósito em nossas vidas. Se de fato estudamos a Palavra crescemos no conhecimento, e se crescemos no conhecimento sofreremos menos por conta de nossa ignorância da Palavra, conheceremos melhor ao Senhor naquilo em que Ele se revela em Sua palavra, e nos conheceremos melhor.
           Uma igreja que não estuda a Palavra não é uma igreja madura e não está bem espiritualmente.

II – CUMPRIR A PALAVRA DE DEUS, V. 10b.
           1. Cumprindo a Palavra mesmo em face às dificuldades, 10-15.
           Lá estava Esdras com uma missão nada fácil. A situação de Jerusalém era deplorável, e povo como um todo estava em sua pratica totalmente distanciado da Lei do Senhor. Ele sabia as dificuldades que iria enfrentar, mas não deixou de cumprir aquilo que o Senhor colocou em suas mãos para realizar.
           É freqüente as pessoas obedecerem quando há facilidades ou o momento ser conveniente, mas a Palavra deve ser obedecida em quaisquer circunstâncias. É conveniente citarmos o que Tiago diz aos seus destinatários em sua carta: “Tornai-vos, pois, praticantes da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos”(Tg 1.22). Esta prática que deve ser constante em nossas vidas, não poderá ser apenas quando é fácil ou conveniente.

           2. Esdras era coerente, vivia o que pregava (cf. 1 Co 9.27).
           Ele tinha autoridade para dizer a todos os judeus que eles deveriam estudar a Lei, cumprir e ensinar a outros, porque ele vivia isto.
           A falta de coerência entre teoria e prática na vida de muitos tem enfraquecido o testemunho evangelizador da igreja. E a realidade é que muitos terminam por cair naquilo que o apóstolo Paulo temia que ocorresse em sua vida, quando ele diz em 1 Co 9.27: “Mas esmurro o meu corpo e o reduzo a escravidão, para que, tendo pregado a outros, não venha eu mesmo a ser desqualificado”. Paulo está falando da disciplina que devemos ter em nossas vidas para obedecer ao senhor, tanto que faz um contraste com a disciplina do atleta.

III – ENSINAR A PALAVRA DE DEUS, V. 10c.
           1. Um ensino que deve ser contínuo, Ne 8.18; Mt 28.19-20.
“Dia após dia, leu Esdras no Livro da Lei de Deus, desde o primeiro dia até ao último; e celebraram a festa por sete dias; no oitavo dia, houve uma assembléia solene, segundo prescrito.”
           Esdras prosseguiu em seu ministério ensinando continuamente.
           Como igreja, devemos estar formando discípulos, para isto é necessário uma preocupação com o ensino. Em Mt 28.19-20 nos diz que: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século”. A igreja deve investir mais em seu papel discipulador, para que vejamos na igreja verdadeiros discípulos de Cristo, não meramente crentes.

           2. Um ensino que produzirá restauração, 10.10-11.
           Esdras confrontou a situação do povo com a exigência divina nas Escrituras.
           O caminho do ensino da Palavra é longo e difícil, mas é o único que produz verdadeiro fruto espiritual: arrependimento. Quaisquer outras coisas que a igreja se empenha em fazer não produzirão corações quebrantados, somente o ensino, a pregação levará as pessoas a se arrependerem de seus pecados.

Aplicações: 1. Se você já vive buscando constantemente a Palavra, se a estuda, se a examina, se sente prazer em ouvir uma mensagem, continue como estás. Contudo, se você já não a enxerga com tanta seriedade, se não dá mais importância à sua pregação, se não mais se preocupa em lê-la; estar na hora de você voltar-se para a Palavra.
2. Você está sendo coerente com o discurso da palavra à qual você afirma crer? Será que o seu testemunho tem invalidado seu esforço de evangelizar?
Há mulheres que querem ganhar seu marido para Jesus, mas seu testemunho em casa não colabora para isto. Há pais que o seu exemplo ao invés de atrair seus filhos à igreja termina por afastá-los.
3. O que a igreja do Senhor precisa é de pregação da Palavra, os líderes portanto, devem fazer o que Esdras fez, ele lia a Palavra e explicava ao povo, ou seja, fazia uma exposição da Escrituras.
4. O que empolga você? A Palavra de Deus explicada e aplicada à sua vida? Ou oba oba sensacionalista de vitória, vitória, vitória?
5. Cada momento que a Palavra é pregada é uma oportunidade que o Senhor lhe concede de arrepender-se de seus pecados e de se aproximar mais d’Ele.

Conclusão: “Porque a Palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração. E não há criatura que não seja manifesta na sua presença; pelo contrário, todas as coisas estão descobertas e patentes aos olhos daquele a quem temos de prestar contas” (Hb 4.12-13).
“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça” (2 Tm 3.16).


 Central, 21/07/10, na doutrina.

0 comentários :

Postar um comentário

Categorias de postagens - Escolha seu tema

A PALAVRA ABEL ABRAÃO ABRÃO ADORAÇÃO ADVERSIDADE AGAR ALEGRIA ALMA AMOR amor de Deus ANABATISTAS ANDAR COM DEUS ANJOS APÓSTOLOS ARREPENDIMENTO AUSÊNCIA DE PAZ autocontrole AUTONEGAÇÃO AUTORIDADE BABEL BAIXOS BARRABÁS BARTIMEU BATISMO DO ESPÍRITO SANTO BATISTA BATISTA NACIONAL Bibliologia BONDADE BÊNÇÃO CAIM CALVINO CASAMENTO CELEBRAÇÃO CHAMADO CLAMOR COMUNHÃO COMUNICAÇÃO COMUNIDADE CONDENA CONDENAÇÃO CONFIANÇA confiança no Senhor CONFORMISMO CONHECIMENTO CONSELHOS CONSPIRAÇÃO CONSTANTINO CONVICÇÃO CORDEIRO CORPO DE CRISTO CRESCER CRESCIMENTO CRESCIMENTO ESPIRITUAL CRIAÇÃO CRUZ CULTO CURA CÉSAR Daniel DAVI DEPENDÊNCIA DESCONTENTAMENTO DEUS DIACONATO DIACONIA DIGNO DINHEIRO DISCILINA DISCIPLINA DISCIPULADO DISCÍPULO DISCÍPULOS DIÁCONO DIÁLOGO dons espirituais EDUCAÇÃO EDUCAÇÃO CRISTÃ elegria ELEIÇÃO ENOQUE ENSINO ENVIADOS EPÍSTOLAS ESDRAS ESPERANÇA ESPIRITUALIDADE ESPÍRITO SANTO ESTADO EVANGELHO EVANGELISTA EVANGELIZAÇÃO EXIGÊNCIAS DIVINAS FALSAS ACUSAÇÕES FARISEUS FAVOR DE DEUS FESTAS JUDAICAS fidelidade FILHOS FIRMEZA FORMAS FRANÇA FUNÇÃO FUTURO GETSÊMANI GOMORRA GRANE COMISSÃO GRATIDÃO graça GRAÇA COMUM GRAÇA DE DEUS GRAÇA ESPECIAL GUIADO POR DEUS GÊNEROS GÊNESIS HEBREUS HERESIAS HERODES HERODIANOS HISTÓRIA HOMEM HOMILÉTICA; CALVINO; PREGAÇÃO HUMANIDADE HUMILDADE HUMILHAÇÃO IDOSOS IGREJA IGREJA PRIMITIVA IGREJAGREJA INCREDULIDADE indignação justa INGLATERRA INJUSTIÇA INTEGRIDADE INTERBÍBLICO INTERCESSÃO INTERIOR IRA IRA DE DEUS IRADO Isaque ISMAEL ISRAEL JEJUM JESUS JOVEM JOVENS JUDAS julgamento JUSTIFICAÇÃO JUSTIÇA DIVINA JUÍZO DE DEUS JUÍZO DIVINO LAUSSANE LIBERTAÇÃO LIMITE LITERÁRIAS livramento LOUVOR LUTERO luz MACABEUS MANDAMENTOS MANIFESTAÇÕES SOCIAIS MARIA MATURIDADE MENSAGEM MILARGES MINISTÉRIO PASTORAL misericórdia MISERICÓRIDIA MISSÃO MOVIMENTOS LEIGOS MULHERES mundo MÃE MÚSICA NAZARÉ NECESSITADO NEGAÇÃO NOVO TESTAMENTO NOÉ OBEDIÊNCIA oferta OFERTAS OFÍCIO ORAÇÃO OVELHA PAI PAIS PALAVRA PALESTINA PARÁBOLAS PASTORES PAULO PAZ PAZ COM DEUS PAÍSES PECADO PECADORES PEDRO PERSEGUIÇÃO PERSEVERANÇA perseverança dos santos PERÍODO PILATOS plenitude POBRE POSSESSÃO PRAGMATISMO PRECURSORES DA REFORMA PREDESTINAÇÃO PREGADORES PRESO profetas proposicional PROTEÇÃO PROVAÇÃO PROVIDÊNCIA providência divina. PRÁTICA CRISTÃ PUREZA PÁSCOA PÃES ASMOS PÓS-MODERNIDADE QUALIDADES RAMOS REDENÇÃO REFORMA REFORMA PROTESTANTE reincidência REINO DO NORTE rejeitado RELAÇÃO renovação RENÚNCIA RESENHA RESSURREIÇÃO RESTAURAÇÃO revelação REVOLTA RIQUEZA ROBINSON CAVALCANTI ROMANOS SACERDOTES SACRIFÍCIO Salmo 4 SALVAÇÃO SAMARIA SANTIDADE SANTIFICAÇÃO SARA SATISFAÇÃO EM CRISTO sentimentos SER LEMBRADO SERMÃO PROFÉTICO SERVIÇO SERVO SINÉDRIO SOBERANIA SOBERANIA DIVINA SOBERANO SOCIEDADE SODOMA SOFRIMENTO temor TEMORES TEMPLO TENTAÇÃO TEOLOGIA DO ANTIGO TESTAMENTO TEOLOGIA LUTERANA TEOLOGIA PASTORAL TESOURO TESTEMUNHAS TESTEMUNHO TRAIDOR TRAIÇÃO transfiguração TRIBUTO UNIDADE VELHICE VETEROTESTAMENTÁRIA VIDEIRA VIGILÂNCIA VITÓRIA VOLTA DE CRISTO VONTADE ZIGURATS ZWÍNGLIO ÉTICA

Outros Blogs

http://www.gracadivina.blogspot.com http://influenciacrista.blogspot.com http://culto-racional.blogspot.com/ http://tempora-mores.blogspot.com/ http://www.projetospurgeon.com.br/ http://ibgmuribecadosguararapes.blogspot.com/